Jair Pianucci: Uma Nova Forma De Reter Pessoal O Dia

São Paulo - A alegria ao ganhar uma ligação marcando a entrevista de emprego normalmente é logo suprimida na tristeza. No fim de contas são poucos minutos pra apresentar o teu valor, fisgar o recrutador e ocupar a chance profissional. Pra se sair bem em uma entrevista, a preparação, de acordo com os especialistas começa ao escrever o currículo.

É que o documento é o fio condutor dos principais pontos que serão abordados na conversa com o recrutador. Tarot Gratis 2018 Previsões Amor Tarô Consultas Futuro Amor Cartas Laminas Arcanos Maiores Menores A primeira providência é estruturar o currículo. Ao escrevê-lo reflita a respeito tudo o que aconteceu em sua trajetória quais foram os significados pra tua vida profissional”, diz Axel Werner, da Kienbaum.

Advertisement

Atente às entregas feitas em cada um dos lugares pelos quais passou. “O Atendimento De Coaching Online dos resultados que o profissional obteve não apenas dos conhecimentos e atividades exercidas”, diz César Kaghofer, representante da Dale Carnegie. De acordo com Werner, é sério dividir a tua carreira em etapas. Reflita sobre as suas atividades exercidas. Em cada uma das fases da tua carreira, esteja pronto pra comparar com os eventos transcorridos. “ Inteligência Emocional é Fator De Sucesso! , os executivos não se preparam para as entrevistas de emprego”, diz a coach Mariella Gallo.

  1. Três lições sobre legado da CEO da PepsiCo, Indra Nooyi
  2. Psicologia Aplicada Às Corporações
  3. 3- Dopamina e esquizofrenia
  4. 15:35O que te limita? A tua câmara de horrores!sapozen07 Sep 2017
  5. 7 - Uva

Saber o que se espera do profissional que ocupe aquela posição é primordial pra ter “ ponta da língua” a desculpa na qual você poderá ser a pessoa certa pro cargo. Ser Uma “boa Pessoa” Não é Bastante este ponto vale desde discutir com pessoas que agora trabalhem na corporação, como até visitar o local e se apresentar como candidato, segundo Kaghofer. A especialista em gestão de recursos humanos, Claudia Bitencourt, lembra que tudo isto é importante para ti saber responder em razão de quer mesmo trabalhar lá.

“Quanto mais detalhes o profissional puder ter melhor já que é um processo de escolha mútua”, diz. É claro que o teu intuito é conquistar a oportunidade profissional, entretanto demonstre, durante a conversa, estar atento às necessidades da organização. “O questão da conversa tem que ser em resolver a dificuldade do empregador. O que a empresa está precisando? ”, recomenda o representante da Dale Carnegie.

Assim que as informações colhidas antes da entrevista são tão relevantes. São elas que darão o embasamento necessário para você mostrar que o seu perfil é indicado. Ao fazer a curto exposição da tua carreira, geralmente uma questão que acontece logo no início da conversa com o recrutador, enriqueça os dados do currículo compartilhando sobre isto as ações e resultados.

Advertisement

“É divertido listar projetos relevantes que ele realizou dando exemplos, mostrando números, atos e ações”, diz Mariella. Seja específico a respeito do grau de responsabilidade em cada uma das funções, diga quantas pessoas eram lideradas para ti, a título de exemplo. Indique a quem você se reportava. Não deixe estes dados escaparem. Além dos valores que você gerou nas corporações em que trabalhou, tenha em mente também de chegar o aprendizado para o desenvolvimento profissional. Mesmo fora da fase de aprendizado, justamente falada (escola, estágio, pós-graduação), o desenvolvimento precisa ser mantido. “É levar uma nova visão e aprensentar que a tua carreira é pautada em desafios”, lembra Werner. Promoções, novos projetos e equipes ensinaram o quê?

Share This Story

Get our newsletter